sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Queria entender

Queria entender a mente criativa
Quais os mecanismos que ativam
Certa criação.
Grandes barreiras imaginarias
Metralhadoras de versos.
Queria entender a mente poética
Que escreve tudo o que vê
Mas quando força, apaga.
Quais os gatilhos de tanta ânsia
O que motivam esta fome.
Quero aprender, e aceitar...
Não me achar um completo anormal
Vivendo tão normalmente
No meio de tantos pertences.
Quero entender como eu posso pensar
Para aceitar que logo posso existir.

2 comentários:

Wellington Kaiser disse...

eu queria entender como é que as pessoas usam a cabeça pra ficar rico!

Ciaberta disse...

Tem certas coisas que nem dá pra entender.
Ou é melhor não entender, imagina, seria tudo diferente.
E talvez nem fosse gratificante.