quinta-feira, 24 de julho de 2008

Só para exercitar

Correndo de mente aberta
esperando cada idéia se exercitar
por que somos loucos
e loucos não medem as conseqüências
do que pensam, falam e fazem
vão e pimba, estão debruçados na janela
de olho nela, querendo voar
o sabor dos seus olhos, a cor de seu sorriso
a borboleta e o avião
prefiro ficar no chão...
não quero ser chamado de careta,
mas prefiro não abalar com meu rock and roll
eu vou ficar na minha
cigarro, bebida e bicicleta
computador, maconha e acido
vou abrindo minha mente só para exercitar

Todo um contexto por traz dessas palavras

2 comentários:

Dayane disse...

concordo com o aciido! o/
e poema lindo.
:)adorei

Ciaberta disse...

Ficou muito bom. =*