sábado, 31 de maio de 2008

Escrevi para você

Escrevi com a pena de uma fênix, com tinta de lagrimas num pergaminho da babilônia

Escrevi em momentos distintos cada linha de meus pesadelos, sentado nas cadeiras de ossos das catacumbas mais antigas da idade media

Escrevi em ferventes lembranças, e loucas sentenças, versos de amor

Escrevi para quem quisesse ler, e gritei para quem pudesse ouvir, meus salmos moribundos

Escrevi para os não nascidos, para as almas aprisionadas

Escrevi em pedaços de sonhos jardins de rosas brancas

Escrevi com sangue de meus pulsos cortados canções animadas

Escrevi com beijos roubados, e olhares esfumaçados

Escrevi perdido no tempo, e até sem tempo

Escrevi tudo isso para você!

E você sabe!

Um comentário:

Ciaberta disse...

Se ele foi escrito aqui, ainda pensando em mim...

Sim, eu sei. ♥